Botafogo termina janela com mais de R$ 150 milhões gastos em reforços, a maior da Era-SAF

3 min read
Cifras, que contam valores potenciais de metas e bônus de transferências, já superam gastos em contratações somados em 2022 e 2023 O Botafogo finalizou a maior janela da história do clube na última quinta-feira, no término do primeiro período de transferências internacionais de 2024. Com auxílio do investimento vindo de John Textor, dono da SAF Alvinegra, foram gastos mais de R$ 150 milhões em contratações.
John Textor afirma ter provas de manipulação de resultados no Brasileirão de 2021 a 2023
+ Contratações do Botafogo para 2024: veja quem chega e quem vai embora
Ao todo, 11 reforços foram contratados e dois jogadores previamente emprestados – Newton, antes na Jacuipense, e Carlos Alberto, que pertencia ao América-MG – foram adquiridos de forma definitiva pelo clube.
O destaque fica para Luiz Henrique. A maior contratação da história do futebol brasileiro em valores nominais dominou boa parte do valor total: contando cifras de bônus e metas, a operação total junto ao Real Betis, da Espanha, chegará a R$ 106,6 milhões.
Leia mais sobre o Botafogo:
+ STJD dá prazo de três dias para John Textor, do Botafogo, apresentar provas de corrupção
+ Da costura dos bandeirões à alimentação: conheça histórias de mulheres que também fazem o Botafogo
Contratações do Botafogo na primeira janela de 2024 (com bônus e metas)
*Óscar Romero ainda não foi anunciado oficialmente, mas tem acordo encaminhado
Os valores da tabela dizem respeito a custos de transferências de direitos federativos. Toda negociação – seja envolvendo custo zero ou empréstimo – possui cifras de luvas e comissões a agentes, mas estas não entram no cálculo.
Luiz Henrique e John Textor
Reprodução
No total, pouco mais de R$ 152 milhões nas transferências de reforços foram investidos nesta janela. O valor já supera as cifras de 2022 e 2023 somados (cerca de R$ 114 milhões). Vale lembrar que o Botafogo teve foco na contratação de jogadores livres no mercado na segunda janela do ano retrasado e estas operações não dependem de valores de transferências – apenas luvas e comissões, algo comum em qualquer negócio.
+ ✅Clique aqui para seguir o novo canal ge Botafogo no WhatsApp
Promessa de mais
A tendência é que o Alvinegro não pare por aí. O clube já tem pré-contratos assinados com o volante Allan e o atacante Igor Jesus, que chegarão no meio do ano. A dupla só poderá entrar em campo a partir de 10 de julho, data de abertura da segunda janela.
O Botafogo tentou negociar a liberação imediata com o Al-Wahda, clube de Allan, e Shabab Al-Ahli, time de Igor Jesus, mas recebeu negativas nos dois casos. Os jogadores terminarão as temporadas nos Emirados Árabes Unidos e vão se apresentar ao time.
+ Thiago Almada, alvo do Botafogo, é promessa argentina e já recebeu elogio de Messi; conheça o meia
Outro jogador de “cifras bombásticas” também está na mira. Thiago Almada, do Atlanta United, parte como grande interesse de John Textor para a segunda janela. O norte-americano sinalizou com uma proposta de 20 milhões de euros (R$ 109 milhões, na cotação atual) pelo argentino campeão mundial em 2022. As conversas ainda estão em estágio inicial.
Thiago Almada comemora gol da Argentina contra o Peru
Rayner Peña R./EFE
+ Leia mais notícias do Botafogo
🎧 Ouça o podcast ge Botafogo 🎧
Assista: tudo sobre o Botafogo no ge, na Globo e no sportv

You May Also Like

More From Author

+ There are no comments

Add yours