Com Dinenno, Cruzeiro amplia lista de clubes da Série A com camisas 9 estrangeiros

3 min read
Atacante é principal esperança de gols do Cruzeiro em 2024; são quatro em nove partidas até o momento Tem sido uma tendência entre os clubes brasileiros da Série A apostar em atacantes estrangeiros como principal esperança de gols na temporada. Cano, Vegetti, Calleri… A lista é extensa e foi ampliada com a chegada de Juan Dinenno, argentino e artilheiro do Cruzeiro em 2024.
Destaque do Cruzeiro no Campeonato Mineiro, Dinenno: É um orgulho poder vestir essa camiseta e jogar aqui”
+ ✅ Clique aqui e siga o canal da torcida do Cruzeiro no WhatsApp!
Mais notícias do Cruzeiro
Atacante do Cruzeiro é emprestado para outro time na Ucrânia
Larcamón avalia Sul-Americana: “Mais difícil da história”
Com quatro gols em nove jogos, Dinenno lidera a artilharia do Cruzeiro na temporada. Após o insucesso do clube com os camisas 9 brasileiros, ano passado, a SAF de Ronaldo foi buscar no México a sua principal fonte de gols.
Dinenno estava no Pumas e assinou contrato até o fim de 2026. Ele tem 29 anos e está na primeira experiência no Brasil. Veio para ocupar a posição deixada por Gilberto e Henrique Dourado, apostas do clube no ano passado.
Também contratado em 2023, Rafael Papagaio permanece e é o principal concorrente de Dinenno, neste momento. O brasileiro tem um gol no ano.
Juan Dinenno comemora gol pelo Cruzeiro contra o Patrocinense
Staff Images /Cruzeiro
Com Dinenno, o Cruzeiro segue a tendência de outros clubes apostarem em centroavantes estrangeiros. No Rio é assim com os argentinos Cano (Fluminense) e Vegetti (Vasco). Em São Paulo, os também argentinos Calleri (São Paulo) e Flaco López (Palmeiras).
No Sul, o Inter tem três estrangeiros com fama de artilheiros: o argentino Alario, o colombiano Borré e o equatoriano Valencia. Outros clubes também apostam em atacantes estrangeiros em 2024, como Romero no Corinthians e Emiliano Rodríguez no Atlético-GO.
Na primeira experiência no Brasil, Dinenno foi perguntado sobre a questão de muitos clubes buscarem jogadores estrangeiros. Ele comentou sobre a situação à Globo.
– Acho que são muito bons jogadores. Muito boas equipes. A verdade é que a razão não sei. São perfis de jogadores, mas por aqui tem jogadores com qualidade técnica. Diferentes perfis de jogadores. Eles são argentinos. Mastriani é uruguaio, há outros de outras nacionalidades, mas Argentina também tem muitos jogadores. Não sei o motivo, mas que todos sejam benvindos – comentou o jogador.
Com quatro gols no Campeonato Mineiro, Dinenno agora tem a missão de ajudar o Cruzeiro a conseguir chegar à final. A busca começa no domingo, na primeira partida da semifinal contra o Tombense, em Ipatinga.
Assista: tudo sobre o Cruzeiro no ge, na Globo e no Sportv
🎧 Ouça o podcast ge Cruzeiro 🎧

You May Also Like

More From Author

+ There are no comments

Add yours